Blog Bem Panvel

Veja como se prevenir e como tratar a infecção urinária 

Por 
 | 
14/06/2024
4 min. de leitura

A infecção do trato urinário é uma doença infecciosa que acomete homens e mulheres de qualquer idade. Pode ser causada por micro-organismos, como bactérias, vírus, fungos e parasitas, sendo as infecções bacterianas as mais comuns. A infecção também pode afetar qualquer parte do trato urinário, ou seja, os rins (pielonefrite), uretra (uretrite) e bexiga (cistite).  

O número de casos novos de infecção do trato urinário aumenta após os 50 anos de idade. Na faixa etária de 20 a 50 anos, a infecção é cerca de 50 vezes mais comum nas mulheres – cerca de 50% das mulheres apresentarão pelo menos um episódio de infecção ao longo da vida. Acompanhe o texto, pois aqui abordaremos sobre: 

  • Diagnóstico. 
  • Tratamento. 
  • Prevenção da infecção urinária. 

Boa leitura!   

Sintomas da infecção urinária   

Os seus sintomas variam de acordo com a intensidade e o local afetado. Nas infecções do trato urinário baixo, que acometem bexiga, uretra, ureter e, nos homens, próstata e anexos masculinos, os principais sintomas são:  

  • Dor ou ardor ao urinar. 
  • Vontade de urinar com maior frequência (mesmo que em pouca quantidade). 
  • Urgência urinária, ou seja, vontade súbita e incontrolável de urinar. 
  • Eventualmente, presença de sangue na urina. 
  • Pode haver dor ou sensação de peso na bexiga, dor lombar baixa e febre baixa. 

Já nos casos de infecção do trato urinário alto, que afeta os rins, os sintomas podem ser os mesmos da infecção do trato urinário baixo, além de dor lombar, febre, calafrios, náuseas e vômitos.  

Há, ainda, os casos chamados de bacteriúria assintomática, nos quais se identificam bactérias na cultura da urina, mas não há sinais e sintomas de infecção do trato urinário. Essa condição afeta entre 2% a 10% das mulheres. 

Diagnóstico de infecção urinária   

O diagnóstico da infecção do trato urinário é feito por meio de uma avaliação médica, com a realização de anamnese e exame físico, além da solicitação de exames complementares, quando necessários. O método de diagnóstico mais utilizado é o exame de urina – que pode ser realizado no Laboratório Weinmann, com todo conforto e segurança. Conhecido como urinálise, esse exame analisa aspectos visuais, bioquímicos e microscópicos da urina, informando a presença de células, como os leucócitos (os glóbulos brancos) e hemácias, e nitritos na urina.   

Além disso, o médico pode também solicitar uma urocultura para verificar qual micro-organismo está desencadeando a infecção e, assim, indicar o tratamento mais eficaz para o paciente. Em casos mais graves, o profissional pode, ainda, recorrer a exames de imagem, como ultrassonografia ou tomografia computadorizada.   

De toda forma, vale frisar a importância do exame de urina na rotina para o cuidado da saúde da mulher.  

Tratamento da infecção urinária   

O tratamento da infecção urinária é realizado com o uso de antibióticos. Porém, os medicamentos indicados e a duração do tratamento vão depender do tipo e da gravidade da doença.  

Vale lembrar que, para que o tratamento seja, de fato, eficaz, é preciso que o paciente tome o antibiótico conforme prescrito pelo médico, mesmo se os sintomas desaparecerem antes. Além disso, é recomendado que se beba bastante água, a fim de ajudar a eliminar os micro-organismos do trato urinário.  

Prevenção da infecção urinária  

Alguns hábitos higiênicos e comportamentais podem ajudar a prevenir a infecção urinária, como: 

  • Manter uma boa hidratação diária. 
  • Urinar sempre que tiver vontade. 
  • Procurar esvaziar completamente a bexiga ao urinar, para evitar o crescimento de bactérias. 
  • Urinar após a relação sexual: ajuda a expulsar bactérias que possam ter se alojado na uretra durante a relação. 

Nas mulheres, ainda são recomendadas outras medidas, como evitar o uso de duchas vaginais e limpar a área genital após urinar ou evacuar no sentido de frente para trás, para evitar levar bactérias da região anal para a uretra. 

A infecção urinária é uma condição que desencadeia diversos sintomas desagradáveis. Nesse sentido, mudanças de hábitos e a busca por orientação médica são o segredo para que você não sofra com a infecção urinária. Para tanto, visite o Laboratório Weinmann para deixar os seus exames em dia e continue no Blog da Panvel para a leitura de artigos como este, que visam cuidar da sua saúde.  

Até a próxima!  

Responsável Técnica: Dra. Kátia Zanotelli Fassina (CREMERS 23.034) 

Compartilhe
Conheça mais sobre Equipe Panvel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

menu