Blog Bem Panvel

Mitos e verdades sobre alimentação no inverno: comidas quentes com bebidas geladas são prejudiciais à saúde?

Por 
 | 
17/06/2024
3 min. de leitura

É fato que nas estações mais frias do ano aumenta a quantidade de resfriados e gripes, principalmente por causa das baixas temperatura. Mas será que beber e comer alimentos gelados nesta época pode fazer mal à saúde?

Conversamos com a otorrinolaringologista, a médica Maria Bernardete Zanettini, que esclarece alguns mitos e verdades sobre a alimentação no inverno. As resposta estão divididas entre mito, verdade e depende. 

1- Ingerir bebidas geladas no inverno faz mal à saúde?

Depende: De acordo com a otorrino, o ato de beber água, suco ou refrigerante gelado, por exemplo, não faz mal à saúde. O problema está quando há excesso de gelo ou ainda choque térmico. “Às vezes a pessoa está com o corpo aquecido de uma ginástica ou do calor e toma uma bebida muito gelada e esse choque térmico acaba desencadeando alguma infecção de garganta. Tem pessoas que não têm sensibilidade para isso, que suportam coisas mais geladas e não fazem infecção, mas tem gente que é muito sensível. As pessoas que são mais alérgicas ou que têm sensibilidade à temperatura, essas vão sentir em seguida”, explica.

2- Comidas e bebidas quentes são sempre melhores no inverno?

Mito: Com o frio, a preferência da maioria das pessoas é por comidas e bebidas bem quentes, como sopas e caldos, chás, cafés e até mesmo o chimarrão. Mas é preciso redobrar a atenção, porque é prejudicial comer e beber alimentos muito quentes. 

“Quando a temperatura do alimento ou do líquido está muito alta e ela é repetitiva, isso vai fazendo uma certa descamaçãozinha da mucosa [da boca, garganta e esôfago] e pode gerar lesões pré-malignas e, consequentemente, malignas. Então, o excesso do calor, tanto na comida quanto na bebida, é contraindicado sempre, não só no inverno” , afirma Maria Bernardete.

A recomendação, segundo a otorrino, é consumir alimentos com temperatura moderada, ou seja, de morna a quente, mas que não esteja quente ao extremo.

3. Beber água gelada de manhã é prejudicial?

Verdade: Beber água gelada logo ao acordar pode não ser ideal, por causa do choque térmico, pelo corpo ainda estar aquecido. A indicação é beber água na temperatura ambiente ou morna ao levantar pela manhã, para evitar o choque térmico na garganta. 

4- Comer alimentos quentes junto à bebida gelada faz mal?

Depende: O ato de comer algo quente com uma bebida gelada não faz mal para o organismo, porque até chegar ao estômago a bebida já aqueceu. “Em função da mucosa, se a pessoa não tem problema de muita sensibilidade, não teria tanto problema assim.” ressalta, Zanettini. 

Mas essa “mistura” entre comida quente e bebida gelada pode fazer mal aos dentes. De acordo com o Conselho Federal de Odontologia, as pessoas que têm sensibilidade nos dentes, devem evitar. “Alimentos muito gelados ou quentes não são recomendados, pois irritam os prolongamentos nervosos da dentina (tecido especializado que forma o dente”, segundo matéria do site do Conselho.

5- Comer sorvete ou açaí no inverno é prejudicial?

Mito: não é o fato de comer algo gelado que pode fazer mal, mas se a pessoa já tem sensibilidade na garganta, a sugestão da médica é deixar o sorvete ou açaí derreter um pouco antes de ingerir, para a minimizar os riscos de causar algum problema na garganta. 

A otorrino também destaca a importância do autoconhecimento da saúde, pois quem já tem alergias ou problemas de garganta com recorrência, é bom adaptar a alimentação a temperaturas moderadas.

Recomendação extras - e não menos importante!

Beba bastante água: com a chegada do frio, é comum não sentir tanta sede, mas a recomendação continua a mesma, beber pelo menos 2 litros de água por dia;

Evite os extremos: priorize consumir alimentos e bebidas em temperaturas moderadas e evite os extremos (bebida ou comida muito gelada ou muito quente);

Entenda seu corpo: conheça e respeita a sensibilidade do seu organismo a diferentes temperaturas, principalmente em época de grandes amplitudes térmicas. 

Inclua alimentos termogênicos na alimentação: alguns temperos e alimentos ajudam a aquecer o corpo internamente, como a pimenta e o gengibre, que são mais indicados para o inverno.

E aí, o que achou dos mitos e verdades sobre a alimentação no inverno? Conta para a gente aqui nos comentários. E já aproveita para compartilhar este artigo com amigos que podem se interessar pelo assunto.

Compartilhe
Conheça mais sobre Equipe Panvel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

menu