Blog Bem Panvel

Você sabia que existe “alergia ao frio”? Veja quais são os sintomas

Por 
 | 
05/07/2024
3 min. de leitura

Para algumas pessoas, o frio pode não só representar um incômodo natural com as baixas temperaturas, mas também causar a urticária. 

A urticária é uma condição caracterizada pelo desenvolvimento de pápulas (urticária), angioedema (inchaço em regiões finas, como lábios e pálpebras, por exemplo) ou ambos.

Ela é classificada de acordo com sua duração como aguda (duração até seis semanas) ou crônica (duração maior de seis semanas), e de acordo com o que a desencadeia, em espontânea ou induzida.

A urticária é considerada induzida por ser desencadeada por gatilhos externos específicos, como a provocada pelo frio.

A urticária ao frio corresponde a presença de urticas e/ou angioedema após a exposição da pele ao frio ou após resfriamento e reaquecimento da pele.

Por saber que muitas pessoas desconhecem dessa condição, preparamos este conteúdo para você. Aqui, você vai saber sobre:

  • Principais causas.
  • Sintomas.
  • Tratamento para urticária induzida pelo frio.

Boa leitura 

Principais causas da alergia ao frio

São considerados gatilhos para o surgimento da urticária ao frio: objetos ou superfícies frias, água fria (nadas ou tomar banho frio), baixa temperatura do ambiente (estações frias, ar refrigerado), vento, consumo de bebidas e alimentos frios.

Sintomas da alergia ao frio

As pessoas com urticária desencadeada pelo frio podem apresentar urticas e/ou angioedema, que têm duração de aproximadamente uma hora. As urticas podem estar associadas à coceira ou queimação.

Além disso, após exposição extensa ao frio (como nadar em água fria), podem ocorrer:

  • fraqueza 
  • mal-estar
  • chiado no peito
  • dor de cabeça
  • náusea
  • dor abdominal
  • vômitos
  • diarreia
  • taquicardia
  • falta de ar

Como tratar a urticária provocada pelo frio

Uma vez tendo sido feito o diagnóstico da urticária desencadeada pelo frio, o tratamento começa com evitar a causa da urticária. Por exemplo, se a água fria causa urticária, você deve evitá-la. Se sua garganta incha quando você come ou bebe algo frio, evite todos os alimentos e bebidas frias.

O médico especialista (alergista, dermatologista) também pode prescrever medicamentos quando indicados.

Diante do surgimento de urticas e/ou angioedema desencadeados pelo frio, é muito importante realizar consulta médica, pelo risco de uma reação mais grave, a anafilaxia.

Como se prevenir da urticária provocada pelo frio

  • Usar roupas de proteção durante o frio, como jaquetas quentes, chapéus, luvas e cachecóis. Tente expor o mínimo de pele possível ao frio.
  • Testar a temperatura da água antes de mergulhar nela e evite água gelada. Se você gosta de nadar em piscinas, procure uma piscina aquecida, mesmo em dias quentes.
  • Banho e ducha em água morna.
  • Beba bebidas em temperatura ambiente e que não contenham gelo.
  • Evite alimentos frios, como sorvetes.
  • Siga as orientações do seu médico – alergista ou dermatologista.

Agora que você já sabe o que é, quais são as causas e as medidas preventivas da urticária induzida pelo frio, não deixe de zelar pela sua saúde fazendo consultas médicas regulares e realizando os exames solicitados no Laboratório Weinmann ou de acompanhar os conteúdos do Laboratório Weinmann no Blog da Panvel. Lá, nós também damos dicas de como evitar problemas respiratórios neste inverno!

Até a próxima!

Compartilhe
Conheça mais sobre Equipe Panvel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

menu