Blog Bem Panvel

Bombinha de asma: como tomar, bula e muito mais

O que é bombinha de asma?

As bombinhas de asma são utilizadas para prevenir a contração (espasmos) dos brônquios, diminuindo o desconforto respiratório das crises respiratórias.

Reunimos aqui tudo o que você precisa saber antes de usar sua bombinha de asma. Continue a leitura para tirar suas dúvidas!

Composição da bombinha de asma

Hoje em dia, há três tipos de opções de bombinhas de asma nas farmácias, que possuem diferentes princípios ativos em sua composição, tais como Aerolin, Salbutamol,Clenil 

Há também opções de acordo com a quantidade que vem na bombinha, tais como Aerolin 100mcg Spray, Seretide Spray 125mcg  e Clenil Hfa 50mcg.

Superdose da bombinha de asma: o que fazer?

Caso a ingestão da bombinha de asma seja maior do que a recomendada pelo médico, você poderá ter dor de cabeça, tontura ou poderá sentir seu coração batendo mais rápido. 

Esses sintomas geralmente passam em algumas horas. Porém, se não passarem, procure por um pronto atendimento médico.

Para que serve a bombinha de asma?

As bombinhas de asma permitem controlar e prevenir a obstrução das vias respiratórias, comuns nas seguintes doenças:

  • Asma brônquica;
  • Bronquite;
  • Enfisema;
  • E outras doenças inflamatórias ou alérgicas das cavidades nasais e da faringe.

Como a bombinha de asma funciona?

As bombinhas de asma, compostas por broncodilatadores, são capazes de relaxar a musculatura (dilatação) dos brônquios, possibilitando a livre entrada e a saída de ar dos pulmões, o que permite que você respire mais facilmente.

As bombinhas de asma feitas com corticoides tratam a inflamação dos brônquios e assim diminuem o inchaço (edema) e reduzem o excesso de secreção, prevenindo novos broncoespasmos.

Já as bombinhas que carregam combinações de broncodilatadores e corticoides, executam as respectivas finalidades. Dessa forma, melhoram o desconforto respiratório e controlam a doença.

Contraindicações da bombinha de asma

As bombinhas de asma não são recomendadas para pessoas que possuam alergia a qualquer componente do medicamento.

Como usar a bombinha de asma?

Como acionar o dispositivo

Sempre que usar a bombinha de asma, agite vigorosamente antes de aplicar. O dispositivo deve estar na posição vertical, entre o seu dedo indicador e o seu polegar. Solte todo o ar pela boca e insira o bocal do dispositivo entre seus lábios, apertando-os bem. Em seguida, puxe o ar pela boca e pressione o spray para liberar um jato ao mesmo tempo.

Segure a respiração por 10 segundos e enquanto isso afaste o bocal da sua boca. Aguarde 30 segundos para liberar o segundo jato (seguindo as mesmas recomendações do primeiro jato).

Posologia

Crianças devem usar 1 dose durante a crise de asma. Se o uso for destinado para a prevenção do broncoespasmo causado por exercícios físicos ou alergia, a dose recomendada é de 1 dose antes da atividade física ou na presença do agente causador de alergia (alérgeno). Em terapias crônicas, são necessárias até 2 doses, 4 vezes ao dia.

Adultos devem usar 1 ou 2 doses durante a crise de asma. Se o uso for destinado para a prevenção do broncoespasmo causado por exercícios físicos ou alergia, a dose recomendada é de 2 doses, antes da atividade física ou na presença do alérgeno. Em terapias crônicas, são necessárias até 2 doses, 4 vezes ao dia. O tratamento de idosos segue a mesma recomendação para adultos.

Cuidados ao usar a bombinha de asma

Não aumente, nem diminua a dose e nunca interrompa o uso das bombinhas de asma sem o conhecimento do seu médico.

Avise seu médico se você tem hipertireoidismo ou hipóxia. O uso da bombinha de asma deve ser feito com cautela e alguns exames devem ser solicitados para acompanhamento do seu caso.

Caso esteja grávida ou amamentando, informe o seu médico imediatamente, pois somente ele poderá avaliar se o uso da bombinha de asma será segura para o bebê e eficaz para você.

O que fazer se eu esquecer de usar a bombinha de asma?

Caso esqueça de usar sua bombinha de asma no horário certo, inale somente a dose seguinte. Entretanto, se estiver ofegante ou com falta de ar, inale a dose antes. Não inale doses duplas, a menos que o seu médico tenha prescrito. 

Interações medicamentosas 

Informe seu médico sobre todos os medicamentos que está tomando, assim como suplementos e medicamentos à base de plantas.

Os medicamentos que podem interagir com a bombinha de asma são: 

  • beta-bloqueadores não seletivos;
  • bloqueadores beta-adrenérgicos;
  • inibidores da enzima CYP3A4;
  • antiulcerosos;
  • digitálicos;
  • antidepressivos tricíclicos;
  • inibidores da monoaminoxidase (MAO);
  • antipsicóticos;
  • antialérgicos;
  • diuréticos;
  • e a tiroxina.

Efeitos colaterais de bombinha de asma

As bombinhas de asma podem causar alguns efeitos colaterais. Caso perceba algum dos sinais abaixo, informe ao seu médico:

  • tremor;
  • dor de cabeça;
  • aumento dos batimentos cardíacos (taquicardia);
  • sapinho (candidíase) nas mucosas da boca ou garganta;
  • irritação na garganta;
  • tosse;
  • e rouquidão.

Como guardar a bombinha de asma?

As bombinhas de asma devem ficar na embalagem original, guardadas em um local fresco, protegidos da luz solar e também do congelamento. O frasco não deve ser quebrado, perfurado e nem queimado. 

Perguntas frequentes sobre a bombinha de asma

Qual o nome genérico de bombinha de asma?

Há diversas opções genéricas de bombinhas de asma nas farmácias. Veja aqui algumas delas:

  • Sulfato de Salbutamol, que é o nome genérico da bombinha de asma Aerolin;
  • Dipropionato de beclometasona, que é nome genérico da bombinha de asma Clenil;
  • Fumarato de formoterol + Budesonida, que é o nome genérico da bombinha de asma Vannair.

O que substitui a bombinha de asma?

Os nebulizadores podem substituir as bombinhas de asma em alguns casos, pois transformam medicamentos líquidos em névoa, viabilizando a sua inalação. Crianças pequenas ou pessoas que não conseguem utilizar as bombinhas, podem optar pelo tratamento com nebulização.

Qual é a melhor bombinha para asma?

Para escolher a melhor bombinha de asma, você deve levar sua prescrição médica à farmácia e conversar com o farmacêutico sobre qual a melhor opção, de acordo com a disponibilidade e o preço. As mais vendidas são Aerolin, Pulmicort, Clenil e Berotec, mas há outras boas opções nas farmácias, aprovadas pela ANVISA e tão eficazes quanto essas.

Qual é mais forte Aerolin ou Clenil?

Não é possível comparar, pois a bombinha de asma Aerolin e a bombinha de asma Clenil possuem modos de ação diferentes. A bombinha de asma Aerolin torna os brônquios mais relaxados, promovendo o alívio do desconforto respiratório nas crises. Já a bombinha de asma Clenil funciona como um anti-inflamatório, controlando a inflamação dos brônquios e prevenindo novas crises. 

Agora que você já sabe tudo sobre as bombinhas de asma, pode encontrar outros medicamentos para alergias e infecções para complementar seu tratamento, aqui na Panvel.

menu