AVISO

Concardio 1,25mg 30 Comprimidos Revestidos

(Código: 601920)
INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO

Conteúdo: 30 comprimidos revestidos de 1,25mg Uso oral, uso adulto   Composição Concárdio 1,25mg contém: Hemifumarato de bisopropol 1,25mg Excipientes

R$51.89
-10%
-
+

RECEBA ESTE PRODUTO MENSALMENTE

Com a Assinatura Panvel você pode assinar e receber mensalmente seus produtos favoritos sem cobrança de taxas, além de garantir esse preço por mais tempo. (Saiba mais)

Preço para o cep 90620-130

A disponibilidade e os preços dos produtos podem mudar de acordo com a sua localidade! (Alterar)

Não sei meu CEP

DESCRIÇÃO

  • Conteúdo: 30 comprimidos revestidos de 1,25mg

  • Uso oral, uso adulto

 

Composição

Concárdio 1,25mg contém:

  • Hemifumarato de bisopropol 1,25mg
  • Excipientes q.s.p. 1 comprimido revestido.

 

Excipientes:

  • fosfato de cálcio dibásico

  • amido

  • dióxido de silício coloidal

  • celulose microcristalina

  • estearato de magnésio

  • hipromelose + macrogol

  • dióxido de titânio.

 

Para o que é indicado

Indicado no tratamento da angina pectoris ou da pressão altana insuficiência cardíaca crônica estável, em combinação com outros medicamentos adequados ao tratamento desta doença (inbidores da ECA, diuréticos e, opcionalmente, glicosídeos cardíacos).

 

Como funciona

Concárdio tem como substância ativa o bisoprolol, que pertence a um grupo de medicamentos chamados betabloqueadores. Estes medicamentos alteram a resposta do organismo a alguns impulsos nervosos, principalmente no coração. Como resultado, o bisoprolol diminui o ritmo cardíaco, aumentando a eficiência do coração no bombeamento de sangue para todo o corpo.

Ao mesmo tempo, diminui as necessidades de sangue e de consumo de oxigênio do coração.

 

Contraindicação

Você não deve tomar nas seguintes situações:

  • Hipersensibilidade (alergia) ao bisoprolol ou a qualquer outro componente da fórmula;
  • Asma grave;
  • Problemas graves da circulação sanguínea nos membros (tal como Síndrome de Raynaud), que pode fazer com que os dedos das mãos e dos pés fiquem dormentes, pálidos ou azuis;
  • Feocromocitoma não tratado, que é um tumor raro da glândula suprarrenal;
  • Acidose metabólica, que é uma condição na qual o sangue está muito ácido.

 

Não tome Concárdio se tiver algum dos seguintes problemas no coração:

  • Insuficiência cardíaca aguda;
  • Agravamento da insuficiência cardíaca que requeira tratamento intravenoso com medicamentos que aumentem a força de contração do coração;
  • Pressão baixa, que cause sintomas;
  • Ritmo cardíaco lento, que cause sintomas;
  • Determinadas doenças cardíacas que provocam ritmo cardíaco muito lento ou batimentos cardíacos irregulares;
  • Choque cardiogênico, que é uma condição cardíaca aguda grave que provoca queda da pressão e insuficiência circulatória.

 

Como usar

O tratamento com Concárdio requer acompanhamento regular por parte do seu médico, sendo particularmente necessário no início do tratamento e durante aumentos da dose. Tome o comprimido com um pouco de líquido de manhã, com ou sem alimentos. O tratamento com Concárdio é habitualmente de longa duração.

 

  • Tratamento de hipertensão (pressão alta) ou angina pectoris

Em todos os casos, a posologia deve ser ajustada individualmente, em especial em função da sua pulsação e do sucesso do tratamento. Para ambas as indicações, a dose habitual é de 1 comprimido de Concárdio 5 mg uma vez por dia. Se necessário, a dose pode ser aumentada para 1 comprimido de Concárdio 10 mg uma vez por dia. A dose máxima recomendada é de 20 mg uma vez por dia (4 comprimidos de Concárdio 5 mg ou 2 comprimidos de Concárdio10 mg).

 

  • Tratamento de insuficiência cardíaca crônica estável

É recomendável que o médico que lhe atenda tenha experiência no tratamento de insuficiência cardíaca crônica. O início do tratamento com Concárdio necessita de uma fase de aumento gradual da dose e requer acompanhamento regular pelo médico. A dose inicial recomendada é 1 comprimido Concárdio 1,25 mg uma vez ao dia.

 

Dependendo da tolerância individual, a dose é aumentada gradualmente.


Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico

Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.

ADVERTÊNCIA DE USO:
A PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.