AVISO

INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO

  Conteúdo: 30ml Uso oral Medicamento homeopático Fabricante: Vidora Farmacêutica Baryta Composta Gotas é uma solução homeopática que auxilia no trata

R$21.59
-
+

Preço para o cep 90620-130

A disponibilidade e os preços dos produtos podem mudar de acordo com a sua localidade! (Alterar)

Não sei meu CEP

DESCRIÇÃO

 

  • Conteúdo: 30ml

  • Uso oral

  • Medicamento homeopático

  • Fabricante: Vidora Farmacêutica

Baryta Composta Gotas é uma solução homeopática que auxilia no tratamento dos sintomas de amigdalite, combatendo a inflamação e as dores na região da garganta.

Este medicamento pode ser utilizado tanto por adultos, quanto por crianças e idosos.

Devido à sua natureza homeopática, esta solução de Baryta Composta em gotas é desenvolvida com base no princípio da cura do semelhante pelo semelhante, em que são utilizadas substâncias naturais diluídas para garantir cura.

 

Composição

Cada 1 mL (30 gotas) de Baryta Composta Gotas contém:

  • 0,5 mL de Baryta carbonica 6CH álc. 30% (v/v)

  • 0,5 mL de Atropa belladona 3DH álc. 45% (v/v)

Excipientes:

  • Álcool etílico

  • Água deionizada

Indicações de uso

Esta substância é indicada para uso adulto e pediátrico.

 

Como funciona

Baryta Composta Gotas age combatendo os sintomas de amigdalite.

 

Para que serve

Este medicamento é um auxiliar no tratamento da amigdalite (inflamação de tecido linfático na garganta), que auxilia na eliminação da inflamação e dor.

 

Contraindicações

Este medicamento é contraindicado para:

  • Pessoas sob tratamento com medicação incompatível com álcool;

  • Pessoas em recuperação de alcoolismo.

Como usar

Baryta Composta Gotas deve ser diluída em ao menos 50ml de água potável e consumido através de via oral.

A dose recomendada para adultos é 30 gotas da solução, três vezes ao dia, com intervalo de 8 horas entre cada dose.

Já a dose recomendada para crianças é de 5 a 10 gotas, duas vezes ao dia, com intervalo de 12 horas entre cada dose.

Pacientes idosos ou debilitados podem requerer doses inferiores aos dos outros adultos. Nestes casos, o médico deverá ser consultado.

 

 

ADVERTÊNCIA DE USO:
A PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.