AVISO

Allestra 20 75/20mcg 63 Comprimidos Revestidos

(Código: 109667)
INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO

Conteúdo: 63 Comprimidos revestidos Princípio ativo: gestodeno + etinilestradiol Dosagem: 75mcg + 20mcg Uso oral, uso adulto Fabricante: Aché Laborató

Allestra 20 75/20mcg 63 Comprimidos Revestidos
R$56.54
2x de R$ 28.27 sem juros
NOVO
-20%
-
+

RECEBA ESTE PRODUTO MENSALMENTE

Com a Assinatura Panvel você pode assinar e receber mensalmente seus produtos favoritos sem cobrança de taxas, além de garantir esse preço por mais tempo. (Saiba mais)

Preço para o cep 90620-130

A disponibilidade e os preços dos produtos podem mudar de acordo com a sua localidade! (Alterar)

Não sei meu CEP

ADVERTÊNCIA DE USO:
A PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

DESCRIÇÃO

  • Conteúdo: 63 Comprimidos revestidos
  • Princípio ativo: gestodeno + etinilestradiol
  • Dosagem: 75mcg + 20mcg
  • Uso oral, uso adulto
  • Fabricante: Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.
  • EAN: 7896658005046
  • Registro Ministério da Saúde: 1057302640052

 

Composição

Cada comprimido revestido de Allestra 20 contém:

  • 20 mcg de etinilestradiol
  • 75 mcg de gestodeno

Excipientes: celulose microcristalina, lactose monoidratada, amido, croscarmelose sódica, povidona, estearato de magnésio, edetato dissódico di-hidratado, talco, dióxido de titânio, laurilsulfato de sódio, azul de indigotina 132 laca de alumínio, óxido de ferro amarelo, azul brilhante 133 laca de alumínio, caprilato de glicerila, glicerina e monocaprilocaprato de glicerila.

 

Para que serve Allestra 20?

Allestra 20 é indicado para prevenir a gravidez.

 

Como Allestra 20 funciona?

Allestra 20 é um contraceptivo oral combinado. Cada comprimido contém uma combinação de dois hormônios femininos, o gestodeno (progestógeno) e o etinilestradiol (estrogênio). Devido às pequenas concentrações de ambos os hormônios, Allestra 20 é considerado um contraceptivo oral de baixa dose.

 

Contraindicação

Não use contraceptivo combinado se você tem qualquer uma das condições descritas a seguir:

- história atual ou anterior de coágulo em uma veia da perna (trombose), do pulmão (embolia pulmonar) ou outras partes do corpo;

- história atual ou anterior de ataque cardíaco ou derrame cerebral, que é causado por um coágulo ou o rompimento de um vaso sanguíneo no cérebro;

- história atual ou anterior de doenças que podem ser sinal de ataque cardíaco (por exemplo, angina pectoris que causa uma intensa dor no peito, podendo se irradiar para o braço esquerdo) ou de um derrame por exemplo, ataque isquêmico transitório ou um pequeno derrame sem efeitos residuais);

- presença de um alto risco para a formação de coágulos arteriais ou venosos (veja item “Contraceptivos e a trombose” e consulte seu médico que irá decidir se você poderá utilizar Allestra 20);

- história atual ou anterior de um certo tipo de enxaqueca acompanhada por sintomas neurológicos focais tais como sintomas visuais, dificuldades para falar, fraqueza ou adormecimento em qualquer parte do corpo;

- diabetes mellitus com lesão de vasos sanguíneos;

- história atual ou anterior de doença do fígado (cujos sintomas podem ser amarelamento da pele ou coceira do corpo todo) e enquanto seu fígado ainda não voltou a funcionar normalmente;

- uso de qualquer medicamento antiviral que contenha ombitasvir, paritaprevir ou dasabuvir e suas combinações. Esses medicamentos antivirais são utilizados para tratamento de hepatite C crônica (doença infecciosa do fígado, de longa duração, causada pelo vírus da hepatite C);

- história atual ou anterior de câncer que pode se desenvolver sob a influência de hormônios sexuais (por exemplo, câncer de mama ou dos órgãos genitais);

- história atual ou anterior de tumor no fígado (benigno ou maligno);

- presença de sangramento vaginal sem explicação;

- ocorrência ou suspeita de gravidez;

- hipersensibilidade (alergia) a qualquer um dos componentes de Allestra 20. O que pode causar, por exemplo, coceira, erupção cutânea ou inchaço. 

 

Como usar

Quando usado corretamente, o índice de falha é de aproximadamente 1% ao ano (uma gestação a cada 100 mulheres por ano de uso).

O índice de falha pode aumentar quando há esquecimento de tomada dos comprimidos ou quando estes são tomados incorretamente, ou ainda em casos de vômitos dentro de 3 a 4 horas após a ingestão de um comprimido ou diarreia intensa, bem como interações medicamentosas.

Siga rigorosamente o procedimento indicado, pois o não cumprimento pode ocasionar falhas na obtenção dos resultados.

A cartela de Allestra 20 contém 21 comprimidos revestidos. No verso da cartela encontra-se indicado o dia da semana no qual o comprimido deve ser ingerido.

Tome um comprimido por dia, aproximadamente à mesma hora, com auxílio de um pouco de líquido se necessário.

Siga a direção das setas, seguindo a ordem dos dias da semana, até que tenha tomado todos os 21 comprimidos.

Terminados os comprimidos da cartela, realize uma pausa de 7 dias. Neste período, cerca de 2 a 3 dias após a ingestão do último comprimido de Allestra 20, deve ocorrer sangramento semelhante ao menstrual (sangramento por privação hormonal).

Inicie nova cartela no oitavo dia, independentemente de ter cessado ou não o sangramento. Isto significa que, em cada mês, estará sempre iniciando uma nova cartela no mesmo dia da semana que a cartela anterior e que ocorrerá o sangramento por privação mais ou menos nos mesmos dias da semana.