AVISO

Acido Mefenamico 500mg 12 Comprimidos Medley Genérico

(Código: 659140)
INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO

O Ácido Mefenâmico é um anti-inflamatório com atividade analgésica e antipirética. Composição: 500 mg de Ácido mefenâmico; 1 comprimido de excipientes

R$10.31 R$7.73
-25%
-
+

Preço para o cep 90620-130

A disponibilidade e os preços dos produtos podem mudar de acordo com a sua localidade! (Alterar)

Não sei meu CEP

DESCRIÇÃO

O Ácido Mefenâmico é um anti-inflamatório com atividade analgésica e antipirética.


Composição:

  • 500 mg de Ácido mefenâmico;
  • 1 comprimido de excipientes.
  • Excipientes: amido, celulose microcristalina, óxido de ferro amarelo, dióxido de silício, estearato de magnésio, laurilsulfato de sódio, povidona, vanilina;


    Indicações de uso:

    O medicamento auxilia em casos de:

  • Alívio sintomático de artrite reumatoide (inclusive doença de Still), osteoartrite e dor incluindo dor muscular, traumática e dentária, cefaleias de várias etiologias, dor pós-operatória e pós-parto;
  • Alívio sintomático da dismenorreia primária;
  • Menorragia por causas disfuncionais ou por uso de DIU (dispositivo intrauterino), tendo sido afastadas as demais causas de doença pélvica;
  • Síndrome pré-menstrual.

  • Contraindicações:

  • O Ácido Mefenâmico não deve ser utilizado por pacientes com história prévia de hipersensibilidade ao fármaco ou a qualquer componente da fórmula;
  • Devido à possibilidade de sensibilidade cruzada com ácido acetilsalicílico ou outros anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs), o Ácido Mefenâmico não deve ser administrado a pacientes que apresentam sintomas de broncoespasmo, rinite alérgica ou urticária induzidos por estes medicamentos;
  • Este medicamento é contraindicado a pacientes com úlcera ativa ou inflamação crônica do trato gastrintestinal superior ou inferior;
  • Também deve ser evitado em pacientes com disfunção renal preexistente.

  • Como usar:

     

  • Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento;
  • O tratamento em pacientes pediátricos (acima de 14 anos) não deve se prolongar por mais de 7 dias;
  • Leia a bula com atenção e em caso de dúvida fale com o farmacêutico.
  • ADVERTÊNCIA DE USO:
    A PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.