Passe o mouse sobre a imagem para ampliar.

Compartilhe

Pantozol 40mg 42 Comprimidos 6 Semanas

Saiba mais sobre este produto De R$ 368,63 Por R$ 221,18
Avise-me
Coloque o CEP para calcular o valor e prazo de entrega:
- Ok Não sabe seu CEP?

Parcelamento no cartão de crédito

  • 1x sem juros R$ 221,18
  • 2x sem juros R$ 110,59
  • 3x sem juros R$ 73,73
  • 4x sem juros R$ 55,30
  • 5x sem juros R$ 44,24
  • 6x sem juros R$ 36,87
  • 7x sem juros R$ 31,60
  • 8x sem juros R$ 27,65
  • 9x sem juros R$ 24,58
  • 10x sem juros R$ 22,12
  • 11x sem juros R$ 20,11
  • 12x sem juros R$ 18,44

Pantozol® 40 mg


Pantoprazol sódico


Via oral


Uso adulto


Leia com atenção, antes de usar o produto



Forma farmacêutica, via de administração e apresentações - Comprimidos gastrorresistentes: Embalagens com 7, 14, 28 e 42 comprimidos.


Composição - Cada comprimido contém: Pantoprazol (na forma de pantoprazol sódico sesquiidratado - 45,1 mg) 40 mg; Excipiente (carbonato de sódio, manitol, crospovidona, polividona, estearato de cálcio, hidroxipropilmetilcelulose, dióxido de titânio, óxido de ferro amarelo, propilenoglicol, poli[etilacrilato/ácido metacrílico], laurilsulfato de sódio, polissorbato 80 e trietilcitrato) q.s.p. 1 comprimido.


Informações ao paciente


Como este medicamento funciona? - PANTOZOL® (pantoprazol) é um inibidor de bomba de prótons, isto é, inibe uma estrutura localizada dentro de células específicas do estômago (células parietais), que são responsáveis pela produção de ácido clorídrico. Sua substância ativa só age no interior das células parietais do estômago, local onde a acidez é intensa, mantendo-se praticamente inativa em outros meios que não são muito ácidos. PANTOZOL® atua na etapa final da secreção ácida, independente do seu estímulo. Por meio de um mecanismo de auto inibição, à medida que a secreção ácida é inibida o seu efeito diminui, independente da via de administração, se oral ou endovenosa. O início de sua ação se dá logo após a administração da primeira dose e o efeito máximo é cumulativo, ocorrendo dentro de 3 dias. A produção ácida total é restabelecida após 3 dias de interrupção da medicação.


Porque este medicamento foi indicado? - Este medicamento está indicado para: Tratamento da úlcera péptica duodenal (úlcera causada pelo ácido do estômago em contato com o revestimento do início do intestino), úlcera péptica gástrica (úlcera causada pelo ácido do estômago) e das esofagites de refluxo moderada ou grave (doença causada pela volta do conteúdo do estômago para o esôfago). Para as esofagites leves, recomenda-se o uso de Pantozol® 20 mg. Para erradicação do Helicobacter pylori (bactéria responsável pela formação de úlceras), com a finalidade de redução da taxa de recorrência de úlcera gástrica ou duodenal causadas por este microrganismo. Neste caso, deve ser associado a dois antibióticos adequados (ver Dose, Modo de usar).


Quando não devo usar este medicamento?


Contra-indicações - PANTOZOL® não deve ser usado por indivíduos que apresentem alergia conhecida aos componentes da fórmula. PANTOZOL® não deve ser administrado, em terapia combinada para erradicação do Helicobacter pylori, a pacientes com disfunção hepática ou renal de moderada a grave, uma vez que não existe experiência clínica sobre a eficácia e a segurança da terapia combinada nesses pacientes. Este medicamento é contra-indicado na faixa etária de 0 a 12 anos.


Advertências - Antes de se iniciar o tratamento, é necessário que se exclua a possibilidade de haver úlcera gástrica maligna e doenças malignas do esôfago, já que o tratamento com PANTOZOL® pode aliviar os sintomas e retardar o diagnóstico. O diagnóstico de esofagite por refluxo deve ser confirmado por endoscopia. Em casos de insuficiência hepática grave o uso de Pantozol® deve ser feito somente com o acompanhamento regular de seu médico. Pantozol® 40 mg não está indicado em distúrbios gastrointestinais leves, como por exemplo na dispepsia nervosa. Quando prescrito dentro de uma terapia combinada, as instruções de uso de cada uma das drogas devem ser seguidas.


Precauções - Até o momento, não há experiência do emprego de PANTOZOL® em crianças. Gravidez e lactação: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Não deve ser utilizado durante a amamentação, exceto sob orientação médica. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se ocorrer gravidez ou iniciar amamentação durante o uso deste medicamento. Pacientes idosos: Não é necessária nenhuma adaptação posológica em indivíduos idosos. PANTOZOL® pode ser utilizado por pessoas com mais de 65 anos, porém, a dose de 1 comprimido de 40 mg ao dia só deve ser ultrapassada nos pacientes com infecção por Helicobacter pylori, durante uma semana de tratamento.


Interações medicamentosas - Ingestão juntamente com outras substâncias: PANTOZOL® pode alterar a absorção de medicamentos, que necessitam da acidez gástrica preservada para a sua absorção adequada, como o cetoconazol. Isso se aplica também a medicamentos ingeridos pouco tempo antes de PANTOZOL®. Não há interação medicamentosa, clinicamente importante, de PANTOZOL® com diversas substâncias testadas: carbamazepina, cafeína, diazepam, diclofenaco, digoxina, etanol, glibenclamida, metoprolol, naproxeno, nifedipina, fenitoína, teofilina, piroxicam e contraceptivos orais. A administração de PANTOZOL® simultaneamente aos antibióticos, claritromicina, metronidazol e amoxicilina, não demonstrou nenhuma interação clinicamente significativa. Não há restrições específicas quanto à ingestão de antiácidos juntamente com PANTOZOL®. Informe ao seu médico ou cirurgia-dentista o aparecimento de reações indesejáveis. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.


Como devo usar este medicamento? - Aspecto físico: PANTOZOL® 40 MG é um comprimido revestido amarelo, oval biconvexo, com gravação P40 em um dos lados. Características organolépticas: PANTOZOL® 40 MG possui odor e sabor característico.


Dose - Modo de usar: As seguintes informações devem ser seguidas, a menos que prescrito de outra maneira pelo seu médico. A posologia habitualmente recomendada para obtenção da cicatrização da úlcera péptica gastroduodenal e da esofagite por refluxo é de 1 comprimido de 40 mg ao dia, antes, durante ou após o café da manhã. Úlceras duodenais normalmente cicatrizam completamente em 2 semanas. Para úlceras gástricas e esofagite por refluxo um período de tratamento de 4 semanas é, geralmente, adequado. Em casos individuais, pode ser necessário estender o tratamento para 4 semanas (úlcera duodenal) ou para 8 semanas (úlcera gástrica e esofagite por refluxo). Em casos isolados de esofagite por refluxo, úlcera gástrica ou úlcera duodenal, a dose diária pode ser aumentada para 2 comprimidos ao dia, particularmente nos casos de pacientes refratários a outros medicamentos antiulcerosos. Nos casos de úlcera gástrica ou duodenal associadas à infecção por Helicobacter pylori, a erradicação da bactéria é obtida através da terapia combinada com dois antibióticos, motivo pelo qual se recomenda o uso de PANTOZOL® em jejum nesta condição. Qualquer uma das seguintes combinações de PANTOZOL® com antibióticos são recomendadas, de acordo com o padrão de resistência da bactéria: a) 1 comprimido de PANTOZOL® 40 MG duas vezes ao dia + 1.000 mg de amoxicilina duas vezes ao dia + 500 mg de claritromicina duas vezes ao dia. b) 1 comprimido de PANTOZOL® 40 MG duas vezes ao dia + 500 mg de metronidazol duas vezes ao dia + 500 mg de claritromicina duas vezes ao dia. c) 1 comprimido de PANTOZOL® 40 MG duas vezes ao dia + 1.000 mg de amoxicilina duas vezes ao dia + 500 mg de metronidazol duas vezes ao dia. A duração da terapia combinada para erradicação da infecção por Helicobacter pylori é de 7 dias, podendo ser prolongada por até no máximo 14 dias. Se após esse período, for necessário tratamento adicional com PANTOZOL® (por exemplo, em função da persistência da sintomatologia) para garantir a cicatrização completa da úlcera, a posologia recomendada para úlceras gástricas e duodenais deve ser observada. Em pacientes idosos ou com insuficiência renal, a dose diária de 1 comprimido de 40 mg não deve ser ultrapassada. A não ser na terapia combinada para erradicação do Helicobacter pylori, onde pacientes idosos também devem receber, durante uma semana, a dose usual de 2 comprimidos ao dia (80 mg de PANTOZOL®/dia). Em caso de redução intensa da função hepática a dose deve ser ajustada para 1 comprimido de 40 mg, a cada dois dias, ou 1 comprimido de 20 mg ao dia. O tratamento não deve ser superior a 8 semanas, uma vez que são restritas as experiências com tratamento em longo prazo. Como usar: Os comprimidos não devem ser mastigados, partidos ou triturados; eles devem ser ingeridos inteiros com um pouco de líquido. PANTOZOL® pode ser administrado antes, durante ou após o café da manhã, exceto quando associado a antibióticos, para erradicação do Helicobacter pylori, quando se recomenda a administração em jejum. Leia com atenção o item Modo de usar, para a utilização correta do produto. Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento.


Quais os males que este medicamento pode causar? - Esse medicamento pode causar as seguintes reações: dor em região superior do abdômen, diarréia, constipação, flatulência, dor de cabeça. Com menor freqüência, podem ocorrer as seguintes reações: náuseas, tontura, vômitos, distúrbios visuais como visão borrada, reações alérgicas, como coceira e erupção da pele. Raramente foram relatados casos de boca seca e dor nas articulações. Muito raramente, foram relatadas as seguintes reações adversas: urticária, inchaço da pele ou das mucosas, graves reações de pele e mucosas, muitas vezes com formação de bolhas, destacamento e morte de células, aumento da sensibilidade à luz, redução do número de células do sangue, inchaço periférico, coloração amarelada da pele e/ou dos olhos, elevação dos níveis sangüíneos das enzimas do fígado, aumento dos triglicérides, febre, inflamação renal, dor muscular, depressão. O tratamento com pantoprazol pode levar, em casos isolados, à reações anafiláticas, incluindo o choque anafilático. Informe ao seu médico o aparecimento dessas ou quaisquer outras reações desagradáveis.


O que fazer se alguém usar uma grande quantidade deste medicamento de uma só vez? - Não se conhecem sintomas de superdose no homem. No caso de ingestão de doses muito acima das preconizadas, procure imediatamente assistência médica. Não tome nenhuma medida sem antes consultar um médico. Informe ao médico o medicamento que utilizou, a quantidade e os sintomas que está apresentando.


Onde e como devo guardar este medicamento? - Conserve o produto na embalagem original e à temperatura ambiente (15°C a 30°C). O prazo de validade está impresso na embalagem do produto.


Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.


Não use remédio sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.


Venda Sob Prescrição Médica.


Fabricado por: Altana Pharma Oranienburg GmbH - Alemanha.


SAC: 0800-7710345.


Registro no M.S. 1.0639.0182.


Importado e distribuído por:

ALTANA Pharma Ltda.


Registro do medicanmento na Anvisa: 1063901820370

Princípio ativo: PANTOPRAZOL

Nome do Fabricante: NYCOMED DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS FARMACEUTICOS LTDA FIL 1.

Acessar a versão mobile do site.